GOOGLE

Já todo o mundo ouviu falar do Google e utilizou os seus serviços. É praticamente impossíve l ser um usuário regular da internet sem nunca ter usado o Google. Isso demonstra a influência e a importância desta empresa norte-americana no mundo virtual.

A Google é então uma multinacional sediada nos Estados Unidos da América, que foi fundada pelos “google guys”, Larry Page e Sergey Brin no ano de 1998. Apesar de ser uma empresa de software e de serviços online, o Google é sobretudo conhecido pelo seu motor de busca.

Motores de busca são todas as plataformas online que servem para pesquisar informação na internet. Mais especificamente o que estas ferramentas fazem é pesquisar palavras-chave em documentos que estão presentes na rede, como os documentos alojados nos websites.

Estes surgiram quase ao mesmo tempo que a própria internet. Apresentam os resultados de forma organizada, de acordo com a relevância dos websites em causa, de forma super eficiente e rápida. Ninguém sabe ao certo como funciona o algoritmo do Google para organizar os resultados das suas buscas, mas os especialistas em marketing digital têm identificado alguns parâmteros que influenciam essas pesquisas.

De referir também que o Google desenvolveu ainda um moto de busca específico. O Google Images funciona como um motor de busca tradicional, mas através de imagens, respondendo às palavras-chave com uma biblioteca de imagens de diferentes resi

O Google pode não ter sido o primeiro motor de busca a surgir no mercado, mas é sem dúvida o mais influente e importante na actualidade. Seguindo o slogan “organizar a informação mundial e torná-la universalmente acessível e útil”, a empresa estebeleceu-se, cresceu e expandiu-se. Actualmente, o Google tem ao seu serviço mais de um milhão de servidores espalhados por todo o mundo e precisa mais de um bilhão de pesquisas diariamente, o que equivale a 20 pentabytes de dados gerados por dia.

Com o seu crescimento, o Google passou a oferecer serviços e ferramentas complementares, que vão ao encontro das necessidades dos seus usuários, disponibilizando uma experiência online mais eficaz, rápida e confortável. Para isso, a empresa tem desenvolvido os seus próprios produtos, mas também adquirido outras empresas que ache úteis.

Assim, talvez o mais popular dos serviços complementares seja o email do Gmail, utilizado por milhões de utilizadores de todo o mundo. A este podemos referir ainda o navegador Google Chrome, a aplicação de mensagens instantâneas Google Talk ou o muito útil serviço de “cloud” Drive.

Mas nem todos os produtos do Google têm tido os resultados esperados. Principalmente na área das redes sociais, o Google não tem conseguido contrariar a influência do Facebook. Aliás, o seu Google+ e, já antes, o Google Buzz ou o Orkut, foram inclusivemente descontinuados.

É fácil perceber a importância do Google para a internet em geral. Segundo os dados oficiais, é a página da internet mais visitada em todo o mundo. É ainda considerada a melhor empesa para se trabalhar actualmente. E é a marca mais valiosa, avaliada em 245 biliões de dólares. É assim o maior conglomerado media do mundo.

Mas a posição dominante do Google também lhe tem valido críticas e acusações ao longo dos tempos. As principais prendem-se com as questões da privacidade, dos direitos de autor e até de censura. Contudo, a empresa tem sabidol lidar com as vozes negativas e agido em conformidade, ultrapassando as desconfianças e cimentando a sua posição no mundo virtual.

Assim, o seu logo tornou-se numa das mais reconhecíveis marcas do mundo em geral e da internet em particular. O logotipo, que em 1998 era simplesmente a palavra Google escrita na font Baskerville Bold, tem evoluído, mas mantendo as cores e a identidade. No entanto, com o passar dos tempos, tornou-se icónico a utilização do logo para recursos cómicos ou para assinalar determinadas efemérides. Estas versões são conhecidas como “Google Doodles”.

A internet veio então alterar as nossas vidas. Com a democratização da net, o wi-fi e os dispositivos móveis, passámos a estar ligados em permanência, em qualquer ponto do mundo. isso alterou a nossa forma de viver, de nos relacionarmos, de passarmos os tempos livres e de como consumimos. E nada disso seria o mesmo sem o Google.